.
SINDICAM-SP


SAAC


Rodão


.

Giro seta

.
.
Dia Nacional do Caminhoneiro
 
Tamanho
da letra
 

Transporte de carga é fundamental para o abastecimento da cidade de São Paulo

 
25/01/2017
 
O abastecimento da cidade de São Paulo depende, em grande parte, do transporte de carga. De acordo com a coordenadoria de comunicação da Secretaria de Mobilidade e Transportes (SMT), transitam na cidade 390.000 caminhões por dia. O número pode variar conforme fatores como desempenho da economia ou da sazonalidade. Caminhões x trânsito da cidade Os espaços urbanos estão cada vez mais restritos. Existe um déficit de vagas no sistema viário, que contribui para a prática de irregularidades como filas duplas e estacionamento proibido, e gera problemas de fluidez no tráfego. De acordo com a Secretaria de Mobilidade e Transportes (SMT) políticas de transporte vêm sendo conduzidas para tentar reduzir o problema. A regulamentação de um Veículo Urbano de Carga (VUC) adequado para atender demandas nos horários de restrição para caminhões é uma delas. Outra medida em estudo é um programa de ampliação de vagas para carga e descarga principalmente em locais de grandes concentrações de comércio e serviços. Investimentos em ferramentas tecnológicas para facilitação da localização de vagas disponíveis também estão sob análise. 11 anos de restrição de circulação de caminhões As restrições para o trânsito de caminhões tiveram início em 1996. Entre 2002 e 2012 foram sendo ampliadas, gradativamente, na medida em que trechos do Rodoanel foram sendo liberados ao trânsito. Neste período, segundo informações da SMT, houve então ganho temporário de fluidez. Na época, os transportadores não contaram com a colaboração que, eventualmente, poderiam ter recebido de embarcadores e destinatários, que se eximiram de alterar horários de funcionamento e isso motivou algum descontentamento, mas a medida, aos poucos, foi assimilada como necessária. Rodoanel reduziu a circulação de caminhões na cidade Com as inaugurações e liberação dos trechos oeste, sul e leste do rodoanel, os veículos de carga, que utilizavam o sistema viário do município apenas como ligação entre rodovias e com destino ao porto de Santos, deixaram de fazê-lo, pois não sofrem com as restrições da cidade. A redução é estimada em 20%.
 
Fonte: http://www.ocarreteiro.com.br/
 
Voltar
 
Compartilhar no Orkut Compartilhar no Facebook
 

cadastre-se

.
Digite seu e-mail aqui:
 

publicidade

.
IV SEMINÁRIO NACIONAL DE SINDICATOS DE CAMINHONEIROS AUTÔNOMOS
 
 
. .
Desenvolvido por:
F2 Webdesigner
Palavra do Presidente | Diretoria | História do Sindicam | Notícias | Sub-sedes | Jurídico | Eventos
Benefícios | Convênios | Links | Contato | Localização | Sindicams | Jornal do Sindicam