.
SINDICAM-SP


SAAC


Rodão


.

Giro seta

.
.
Dia Nacional do Caminhoneiro
 
Tamanho
da letra
 

Fiscalização: quais os principais itens verificados pela PRF nos caminhões

 
04/08/2017
 
A PRF alerta: documentos de porte obrigatório e equipamentos obrigatórios devem estar em dia. Quando o motorista se depara com fiscalizações da PRF em rodovias federais, deve ter sempre em mente que a abordagem é necessária para verificar o cumprimento do CTB (Código de Trânsito Brasileiro) e também para impedir crimes como entrada de armas, drogas e produtos de crimes em geral, além de interromper um possível sequestro em andamento. O condutor de caminhão deve sempre ter em mãos os documentos de porte obrigatório, como a CNH e o CRLV que devem estar dentro do prazo de validade. Além desses documentos, deve portar a nota fiscal, caso o veículo esteja carregado. E em caso de transporte de produto perigoso, mais atenção ainda. É necessário o porte de todos os documentos, e os equipamentos de segurança que o produto transportado exigir. Neste caso, o motorista deve possuir o curso de movimentação operacional de produtos perigosos, conhecido por MOPP, que o habilita para o transporte. Todos os equipamentos de uso obrigatório serão verificados e devem estar de acordo com o exigido pela legislação, exemplo, o tacógrafo deve estar homologado pelo INMETRO e o disco preenchido corretamente com os dados obrigatórios que são: nome do motorista, a placa do caminhão e a data do dia que o disco foi inserido. Outro item importante são os pneus, os quais devem estar em bom estado de conservação, preservando suas características, pois o estado influencia a ocorrência de acidentes, principalmente em caso de pista molhada, que dificulta a aderência. Os para choques e as dimensões regulamentares dos caminhões também devem estar de acordo com a legislação, pois serão verificados. E, o mais importante: é obrigatório o uso do cinto de segurança para todos os ocupantes. O limite de capacidade de passageiros deve ser respeitado, pois, em uma fiscalização, além da autuação também será necessário o transbordo e o veículo só será liberado com a capacidade permitida, o que pode causar transtornos ao motorista. Algumas dicas: – Nunca transporte pessoas em compartimentos de cargas. Além de ser proibido, em caso de acidentes aumentam os riscos de lesões graves e morte. – Durante a noite, e sob chuva, mantenha sempre faróis acesos e todo sistema de iluminação funcionando corretamente. – Vale lembrar que o extintor continua sendo obrigatório para caminhões. Sendo assim, o equipamento deve estar em perfeito funcionamento e dentro da validade.
 
Fonte: www.ocarreteiro.com.br
 
Voltar
 
Compartilhar no Orkut Compartilhar no Facebook
 

cadastre-se

.
Digite seu e-mail aqui:
 

publicidade

.
IV SEMINÁRIO NACIONAL DE SINDICATOS DE CAMINHONEIROS AUTÔNOMOS
 
 
. .
Desenvolvido por:
F2 Webdesigner
Palavra do Presidente | Diretoria | História do Sindicam | Notícias | Sub-sedes | Jurídico | Eventos
Benefícios | Convênios | Links | Contato | Localização | Sindicams | Jornal do Sindicam