.
SINDICAM-SP


SAAC


Rodão


.

Giro seta

.
.
Dia Nacional do Caminhoneiro
 
Tamanho
da letra
 

Quais são os documentos fiscais exigidos para o transporte de cargas?

 
09/08/2017
 
Para que uma carga seja transportada de um local a outro é necessário que o motorista responsável pelo transporte leve consigo documentos que comprovem que a carga é legítima, que o peso está correto, o responsável pela carga e também para consultar se o condutor está apto a realizar determinada viagem. Por isso, listamos abaixo os documentos fundamentais que são exigidos para o transporte de uma DI partindo do terminal alfandegado à planta do cliente: CT-E O Conhecimento de Transporte Eletrônico, (CT-e), é o mais importante dos documentos. Ele é emitido pela transportadora com todas as informações do cliente, remetente e os locais de retirada e devolução da carga. Além disso, também constam dados do motorista, da DI e nº do contêiner que está sendo transportado. Em caso de blitz policial, além da CNH, esse será o documento requisitado pelo policial fiscalizador para averiguação geral do transporte que está sendo executado. Nota Fiscal Antes mesmo de registrar um processo, é necessário possuir em mãos a nota fiscal da mercadoria a ser transportada. Ela é essencial para que no momento de ser feito o registro de transporte, a mesma seja atrelada ao CT-E fazendo com que todas as informações que constam nela, incluindo peso, valor e descrição mercadoria, sejam automaticamente gerados no conhecimento de transporte. Esse documento é fundamental para comprovar o remetente e o responsável por toda a carga e para conferir se os dados da transportadora emissora do CT-E é a mesma que consta na Nota Fiscal emitida pelo importador. CNH A Carteira Nacional de Habilitação além de dever ser obrigatoriamente portada pelo condutor do veículo, coopera para que sejam identificados quaisquer tipos de irregularidades relacionadas a aptidão do motorista para realização o transporte. Em qualquer situação de que a situação do mesmo se encontre incorreta, o transporte é interrompido imediatamente, podendo ser prosseguido apenas com outro veículo. Em resumo, esses são os documentos fiscais necessários para a realização do transporte de carga seja ela contêinerizada ou não, e a falta de cada um deles pode implicar no processo e atrasar a operação.
 
Fonte: www.rodoquick.com.br
 
Voltar
 
Compartilhar no Orkut Compartilhar no Facebook
 

cadastre-se

.
Digite seu e-mail aqui:
 

publicidade

.
IV SEMINÁRIO NACIONAL DE SINDICATOS DE CAMINHONEIROS AUTÔNOMOS
 
 
. .
Desenvolvido por:
F2 Webdesigner
Palavra do Presidente | Diretoria | História do Sindicam | Notícias | Sub-sedes | Jurídico | Eventos
Benefícios | Convênios | Links | Contato | Localização | Sindicams | Jornal do Sindicam